destaque
09-10-2010

Há dez anos, Zé Maria deixou a pacata vila de Barrancos e, aliciado por cem mil euros, rumou à capital para entrar no ‘Big Brother'. Só as galinhas que estavam dentro da casa lhe faziam recordar o campo e a liberdade a que estava habituado. Foi a sua humildade que conquistou os portugueses e o levou a ser o grande vencedor. Depois desses tempos de glória seguiram-se períodos de depressão. O ‘amigo das galinhas' queria voltar à sua pacatez mas não conseguia. Hoje a história repete-se com o outro protagonista.

António Queirós chegou de Baião e já conquistou os portugueses que o seguem na ‘Casa dos Segredos'. Resta saber se aguentará a pressão mediática ou se quererá livrar-se dela, como Zé Maria.

Motivado por encontrar a sua ‘deusa grega', António, de 28 anos, deixou 28 vacas, mais umas tantas galinhas e cordeiros, na aldeia onde nasceu, Gôve, e rumou a Lisboa, onde só tinha estado duas vezes na vida. A família, habituada a um homem "discreto e pacato", foi completamente apanhada de surpresa. "Ficámos todos de boca aberta", conta a sobrinha Sofia.

De facto, só no dia anterior à partida para Lisboa é que o rapaz, conhecido na terra por ‘David', chamou o sobrinho Simão e lhe pediu que tomasse conta das 28 vacas. "Também me disse que ia para Lisboa, e só depois é que eu contei ao meu marido", recorda a mãe, Maria da Graça Fonseca, de 65 anos.

É também a progenitora que conta que o participante na ‘Casa dos Segredos' desde cedo começou a fazer criação de animais. "Tinha sete anos quando fez a primeira criação de coelhos. Depois passou para as ovelhas e cabras, e agora tem 28 vacas. E conseguiu fazer o 12º ano", refere. António completou o primeiro ciclo na escola primária da terra e só no 5º ano de escolaridade é que mudou para a sede do concelho. Foi em Baião que estudou até ao 12º ano. "Os professores sempre foram amigos dele", recorda a mãe.

VIDA DIFÍCIL

António nunca se deu a muitos luxos e sempre viveu com o dinheiro quase contado. Os seus pais, Maria da Graça Fonseca e David Queirós, estiveram radicados em Angola durante muitos anos. Regressaram a Portugal aquando da revolução de Abril de 1974. "Viemos de lá com uma mão à frente e outra atrás. Instalámo-nos aqui, em Baião, e fomos construindo com muito trabalho aquilo que temos", conta a mãe. A irmã de António ainda nasceu em terras africanas mas o concorrente já nasceu em Gôve.

Na aldeia, o concorrente tem boa fama. Todos o consideram "trabalhador". É numa carrinha antiga Bedford, com três lugares na cabina e de caixa aberta, que faz as viagens para o monte onde guarda os animais mas também à cidade.

"À noite lá dá uma fugida, mas nunca trouxe uma namorada cá a casa", assegura Maria da Graça. António sempre foi discreto no que toca a aspectos mais pessoais mas é sabido lá na terra que já sofreu por uma mulher. "Ele teve um desgosto de amor. Foi coisa séria, mas não sei dizer quem era a rapariga", revelou Anabela, uma amiga que o conhece há dez anos. "É muito misterioso", justifica, ressalvando que em Baião se dá "com toda a gente".

É também por conhecê-lo tão bem que Anabela põe a hipótese de a experiência de António na casa ser curta. "Talvez não se aguente lá muito tempo, porque é um homem simples, habituado à liberdade", considera.

BOM VIZINHO

Os vizinhos acham o pastor um rapaz "muito simples e honesto" e também elogiam a qualidade dos enchidos que vende a quem o procura. "Uma vez deu-me um salpicão", refere uma vizinha, que se mostrou muito surpreendida com a participação do ‘David' no novo programa da TVI.

Por estes dias, têm sido o pai e o sobrinho a alimentar o gado, mas ninguém se queixa. "Ele nunca teve férias e poucas vezes saiu de cá. Estes dias de descanso só lhe fazem bem", garante a mãe.

Essa rotina de trabalho só foi interrompida durante alguns meses, quando o jovem apostou na abertura de um café em Baião. "Mas aquilo não deu nada e fechou rapidamente", confirma Maria da Graça.

Há já quem avance que o segredo que António levou para dentro da casa tenha sido "Tive um bar de alterne" mas as gentes da terra não acreditam nessa hipótese. l

"NÃO É MULHER PARA O ANTÓNIO"

António está empenhado em encontrar namorada e já se tem aproximado de algumas mulheres da casa. Andreia, a ‘Super Tia', é uma delas, mas a família reprova: "Não é mulher para o António. Gostávamos que fosse solteira e mais nova."

FAMÍLIA UNIDA EM TODAS AS ALTURAS

Maria da Graça revela que o filho sempre foi "amigo da família" e que costuma "ajudar em casa". No terreno contíguo à casa dos pais, a irmã construiu uma moradia que divide com o marido e os três filhos. A família partilha os espaços comuns e está sempre em contacto. São eles que cuidam do gado na sua ausência.

CATARINA TEM DISTÚRBIO

Catarina tem 20 anos, vem de Rio Tinto e revelou no seu vídeo de apresentação que teve uma "infância muito difícil", por isso, agora, não admite que a tratem mal. Fontes próximas da concorrente revelam que Catarina se debate há algum tempo com um problema de saúde que poderá ser um transtorno obsessivo-compulsivo. Resta saber se é esse o seu segredo.

SEGREDOS NA CASA AINDA POR DESVENDAR

No arranque do reality-show, Júlia Pinheiro divulgou os segredos que teriam de ser desvendados ao longo do concurso. Até agora, muitos já foram revelados pela Imprensa, mas ainda há alguns que permanecem uma incógnita.

Por saber está quem terá vivido nove anos num convento, qual dos participantes manteve mais de 250 relacionamentos, quem participou num assalto e qual dos participantes é cúmplice da ‘Voz'.

Apesar de se ter dito que António já foi dono de um bar de ‘alterne', os familiares do pastor negam que tal tenha acontecido e o segredo continua por desvendar.

publicado por Liliana +.+ às 18:00